Disfunção sexual em idosos: idade ou doença?

Disfunção sexual em idosos: idade ou doença?

A sexualidade é um componente importante da intimidade emocional e física que homens e mulheres experimentam através de suas vidas. A disfunção erétil masculina (DE) e a disfunção sexual feminina aumentam com a idade. Cerca de um terço da população idosa tem pelo menos uma queixa com sua função sexual. No entanto, cerca de 60% da população idosa manifesta interesse pela manutenção da atividade sexual.

Leia também: Estimulante sexual masculino qual é o melhor

Embora o envelhecimento e o declínio funcional possam afetar a função sexual, quando a disfunção sexual é diagnosticada, os médicos devem descartar a doença ou os efeitos colaterais dos medicamentos. Distúrbios comuns relacionados à disfunção sexual incluem doenças cardiovasculares, diabetes, sintomas do trato urinário inferior e depressão. O controle precoce dos fatores de risco cardiovascular pode melhorar a função endotelial e reduzir a ocorrência de disfunção erétil. Tratar esses distúrbios ou modificar fatores de risco relacionados ao estilo de vida (por exemplo, obesidade) pode ajudar a prevenir a disfunção sexual em idosos. A sexualidade é importante para os idosos, mas o interesse em discutir aspectos da vida sexual é variável. Os médicos devem dar oportunidade ao paciente de expressar suas preocupações com a função sexual e oferecer-lhes alternativas para avaliação e tratamento.

Fonte: https://www.valpopular.com/estimulante-sexual-masculino-qual-e-o-melhor/

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *